Archive for janeiro \30\UTC 2010

h1

Ser discípulo de Jesus: Privilégio Inigualável!

janeiro 30, 2010

Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos;
(2ª aos Coríntios 4. 7-9)

Amados de Deus,

Quando escolhemos ter uma vida com Deus, priorizando a SUA Presença e Senhorio, passamos por algumas situações difíceis na quais precisamos expressar nossa fé e esperança nEle.

Hoje, ser discípulo de Jesus não é como nos tempos de Paulo e dos outros discípulos. As perseguições e lutas dos cristãos de hoje são diferentes. No nosso país por exemplo, não precisamos ser açoitados em praça pública, nem presos ou castigados por pregar a Palavra de Deus, nem por manisfestar nossa fé em Cristo, mas dia após dia precisamos da força, coragem e fé que só o Espírito Santo pode nos ensinar a ter.

Ser cristão não nos isenta das lutas pois Jesus mesmo disse: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em Mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo.” (João 16:33). Porém confiar nossa vida a Jesus é ter a certeza de que tudo um dia valerá a pena. É ter a convicção de que nenhuma luta ou dificuldade poderá nos afastar do Seu amor e cuidado. É ter o consolo, a alegria verdadeira, a paz que excede todo o entendimento, a certeza de que estamos no lugar certo.

Ser cristão é ser amigo de Deus e inimigo do mundo (sistema governado pelo diabo). É ter o desafio diário de lutar contra a vontade da carne (nossa natureza pecaminosa) e viver em comunhão com o Espírito de Deus. Mas esse é um desafio dos bem-aventurados! O desafio de agradar o coração de Deus, o desafio de ser mais dEle a cada dia, o desafio de conhecê-lO mais e de buscar um coração igual ao dEle. Esse coração transformado e purificado que nos torna diferentes, que nos faz ter atitudes moldadas e modificadas pela Sua Palavra. Essa é uma vida bem vivida, uma vida que vale a pena!

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós…”. Esse versículo nos mostra o quão valiosos nos tornamos quando entregamos nossa vida a Cristo. Valiosos porque ainda que não sejamos nada (e não o somos em si mesmos), ainda que não tenhamos nada nessa terra, passamos a ter dentro de nós o bem mais valioso: a vida de Deus, o Espírito de Deus! Por isso que Paulo também declarou em 2ª aos coríntios 4.16:
“Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia.”

Porque não dependemos das circunstâncias para mantermos uma vida diante de Deus e para ter um coração que recebe a paz que só o Senhor pode dar.

Ainda que feridos e cansados por fora, os cristãos têm o seu interior vivificado pela vida de Deus!

Eu particularmente amo esse texto de Paulo (2ª aos Coríntios 4. 7-9). Quando estou triste com as injustiças e abatida com as lutas, na mesma hora me vem esse texto à mente e minh’alma é então consolada.

“Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados;
perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos;”

Aleluia!!! Obrigada Senhor!

Não esqueça que ainda que venham lutas difíceis, o Senhor Deus peleja por nós e nos ajuda a vencer e a aprender lições valiosas!

Que não murmuremos com as dificuldades. Quando as coisas não saírem como queremos, que possamos aproveitar a oportunidade de aprender a aceitar a vontade de Deus que é a melhor!

Que sejamos como Paulo declarou: ‘Abatidos, porém não destruídos’, porque fomos comprados por um preço alto demais, por isso, o cristão ainda que sofra, sua vida está guardada no Senhor!

Obrigada Jesus por toda essa verdade que Tua Palavra nos traz!

Seja renovado por Ele nesse dia!

Em Cristo,

Lennara de Freitas.

(Escrito em 30/01/2010 – 14:30h – Itajaí / SC)

Anúncios
h1

Restitui-me a Alegria da Salvação!

janeiro 18, 2010

“Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário.”

(Salmos 51.12)

Os dias corridos, as obrigações, tarefas e tantas coisas para fazer dia após dia.

À noite vem o cansaço, e tudo o que queremos é uma cama gostosa para descansar nosso corpo e mente fadigados pela correria de mais um dia…

Assim os dias se passam, e a alegria, o renovo, a paz e a gostosa comunhão com o Senhor vai se esfriando, até que chega um ponto em que a sede vem, e percebemos que estamos nos afastando da inesgotável fonte de águas vivas…

Queridos,

Esta noite estava orando e comecei a pensar nessa rotina citada acima, e sei que isso acontece com muitos, pois já ouvi muitos testemunhos assim…

Lembrei-me das palavras do salmista, quando em desespero clamou ao Senhor, e meu coração essa noite só sabia clamar: Restitui-me a Alegria da Tua Salvação Senhor!

Não sei você, mas desde que entreguei minha vida a Jesus, não consigo ignorar o fato de a correria do cotidiano me “roubar” a comunhão com o Senhor.

Não consigo viver sem Ele. Sem Ele, me sinto sem razão para nada, me sinto sedenta, faminta, desgastada. Não dá para parar de beber da Sua fonte, senão morro de sede.

Mas muitas vezes, me pego sem essa “alegria”, que é roubada pela rotina. A alegria de quando O recebi em minha vida, de quando comecei a conhecê-lO, de quando comecei a amá-lO. Alegria de simplesmente ser salva. Alegria independente de situações, fatos, momentos. Alegria que completa, que torna as dificuldades pequenas, que traz contentamento e satisfação, mesmo em meio às lutas. Alegria de ser amada, recebida, cuidada pelo Pai celestial. Alegria nas coisas simples. Alegria inocente.

Amados de Deus, que não deixemos que as “coisas” se tornem mais importantes em nossos dias do que estar com o Senhor. Que não percamos a Alegria da Salvação, pois ela é eterna, tal como deve ser nossa satisfação em tê-la.

Que não percamos a essência e a verdadeira motivação em ter comunhão com o Senhor Jesus, pois Ele é digno de prioridade e de toda nossa atenção. E assim, nossas forças são renovadas nEle.

Que Deus te abençoe e que você tenha sede da Sua santa presença, para ir junto à fonte inesgotável,  beber das águas que fluem para a eternidade,

No amor de Cristo,

Lennara de Freitas.

(Escrito em 18/01/2010 – 22:00h – Itajaí / SC)

h1

Mais Que Flores!

janeiro 11, 2010

Ser uma mulher que dá bons frutos, que não tem apenas flores e folhas, mas lindos frutos é uma tarefa a ser vivenciada e cumprida a cada dia em nossas vidas. Não sabemos quanto tempo teremos ainda nessa terra, por isso, que aprendamos com a ajuda do Senhor Jesus, a dar bons passos, a ter boas atitudes, a refletir o amor de Cristo em nossas vidas, tentando andar como Ele andou e agindo como a Bíblia nos ensina.

A beleza da mulher não está em suas roupas, jóias, sapatos. Isso tudo é muito bom e devemos zelar por nossa aparência, todavia, o que importa realmente é ter um coração puro e espírito reto (Salmos 51.10), algo que só as mãos de Deus podem fazer em nós. Mas existe a nossa parte nessa tarefa: a de abrir o coração para Ele, reconhecer que precisamos melhorar a cada dia e dar muito mais importância ao interior, sendo transformados dia após dia pelas mãos do Oleiro Jesus.

Ainda estou longe de ser como deveria, mas minha busca diária não cessa e não deve cessar jamais, pois se ainda estou aqui nessa terra é para frutificar para o reino de Deus!

O que é ser mais que flores?

Buscar amar a Jesus com todo o coração, força e entendimento; (Marcos 12.30)

Buscar cumprir da melhor maneira a deliciosa tarefa de amar, cuidar, respeitar e se submeter ao esposo; (Efésios 5.22)

Tentar, ainda que seja difícil, servir ao próximo; (Mateus 22.39)

Terminar o dia não reclamando ou murmurando, mas agradecendo ao Senhor por mais um dia em que Ele entregou; (1ª aos Tessalonicenses 5.18)

Amar a família, em momentos bons ou não;

Honrar os pais; (Êxodo 20.12)

Aprender a agradecer as pessoas que nos servem, que nos abençoam, pois um “obrigado” faz tanta diferença nos dias de hoje;

Encontrar tempo, em meio à correria, para o momento mais importante do dia: O de estar a sós com Jesus, adorando-O e tendo comunhão com Sua presença e palavra; (Mateus 6.6)

Aprender a liberar uma palavra de ânimo, alegria e esperança ao que perece, ainda que eu seja o necessitado; (Romanos 15.2)

Aprender a guardar o coração dos elogios, bajulações, interesses;

Aprender dia após dia a renunciar o orgulho de se “achar alguma coisa”;

Não esperar receber para dar; (Atos 20.35)

Não esperar ver para crer; (João 20.29)

Ser pronto a ouvir, tardio em falar e em irar-se; (Tiago 1.19)

Não deixar o sol se pôr sobre minha ira; (Efésios 4.26)

Tentar em meio à correria e desgaste diários, ver o céu, as cores, o sol, o vento, o pão, o abrigo, a família, os amigos, como um cuidado lindo de Deus;

Aprender a liberar perdão ao que me feriu e a pedir perdão a quem eu feri; (1ª João 1.9)

Viver cada dia como se, ainda que seja o melhor dia, não se compara ao céu que o Senhor preparou para ser minha casa eterna;

Ter saudade da presença de Deus durante cada hora do dia; (1ª aos Tessalonicenses 5.17)

Temer ao Senhor quanto às minhas atitudes e palavras; (Provérbios 9.10)

Guardar minha boca de palavras torpes; (Efésios 4.29)

Obedecer a Jesus acima da minha vontade; (1ª Samuel 15.22)

Negar a mim mesmo e dizer ‘não’ ao pecado; (Mateus 16.24)

Ainda que consiga tudo isso, não me achar superior a ninguém, pelo contrário…(Filipenses 2.3)

Aprender o mais importante de tudo: Me arrepender das minhas falhas, todo dia!

Ajuda-me Senhor nessa tarefa tão difícil, mas possível quando o Senhor perto está!

Jesus nos ama exatamente como somos, mas deseja nos transformar em alguém melhor a cada dia. Não dá pra ser perfeito, mas dá pra buscar força e direção nAquele que é perfeito!

Ser uma mulher que edifica, não é ter muitos adereços e enfeites. Mais importante que as flores, são os frutos!

Que aprendamos a frutificar bons frutos nessa terra!

Que o doce e mais perfeito professor Espírito Santo nos ensine nessa tarefa!

“Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.”

(Gálatas 5. 22-23)

“Porque não é aprovado quem a si mesmo se louva, e sim aquele a quem o Senhor louva.”

(2ª aos Coríntios 10:18 )

Que Deus te abençoe!

No amor dAquele que vive,

Lennara de Freitas

(Escrito em 11/01/2010 – 22:00h – Itajaí / SC)